21 março 2014

O canil

Conto uma história simples que se passou comigo.
Aconteceu deparar-me com um canil ao virar a esquina de determinado bairro.  Sítio tranquilo, procuro a porta, sem me atrapalhar entro, quando me tocam no ombro.
– Veio ter connosco, precisa de se aconselhar?
– Como posso ajudar? – pergunto.
–  Consola-me ouvir essa frase, ainda há pessoas boas, jamais esquecerei.
–  Ralho muito com os meus, mas não me imagino sem eles.
– Sabe, enquanto seres humanos devíamos ser pacientes, estes animais amam-nos incondicionalmente.


Isabel Branco, 53 anos, Charneca de Caparica
Desafio nº 34 – grelha de 16 palavras obrigatórias

Sem comentários:

Enviar um comentário