12 janeiro 2018

Miguel Maia Gonçalves ― desafio 128

Naquela linda manhã com sol, fiquei com nó na garganta quando decidi abrir uma gaveta e confirmei desapontado e pasmado que só havia uma réstia de fio para o arquivo dos papéis.
Pensei com azedume, nervoso irritado e em asfixia, que era uma grande idiotice pensar em atirar-me no rio e não podia mais ficar à espera da tarefa finalizada. Saí para comprar fio.
Quando eu voltei do mercado, atei os fios vermelhos no arquivo e acalmei.
Matilde Mendonça, 6º A, 11 anos, Olhão, Escola EB 2/3 Professor Paula Nogueira, Prof.ª Cândida Vieira
Desafio nº 128 – 12 palavras com 4 no meio


Sem comentários:

Enviar um comentário