15 março 2017

Sabrina ― desafio nº 110

Sinto-me desmembrado, num problema que ninguém me pode ajudar a ultrapassar, onde eu criei um refúgio e de onde não quero sair. Mas alguém me arranja uma solução? Já tinha tratado de tudo.
Levei um martelo para me proteger de todo o mal que me pudesse acontecer ali. Mas, mesmo ao lado, tenho sempre uma rosa que tem um espinho em que um dia me piquei e me magoei, mas, àquela rosa, deixei-a eu secar para sempre.
Sabrina, 17 anos, Pombal

Desafio nº 110 – 8 palavras obrigatórias

Sem comentários:

Enviar um comentário