17 fevereiro 2016

Determinado

Cinco décadas numa vida agreste, mais de duas num casamento incolor e falsos amigos que julgara genuínos roubaram-lhe o brilho que já lhe morara no olhar. O desemprego recente apagou o último suspiro à motivação para abandonar os lençóis de manhã.
Um dia acordou e percebeu que nada o surpreendia… perdera a capacidade de sonhar. Saiu à rua determinado a pôr fim à vida quando se cruzou com ela, que lhe sorriu. Parou e voltou para casa.

Catarina Azevedo Rodrigues, 43 anos, Venda do Pinheiro

Desafio RS nº 34 – frase de Mia Couto

3 comentários:

  1. Lindo e comovedor, Catarina. Genial! Mais ums vez PARABÉNS!

    ResponderEliminar
  2. Lindo e comovedor, Catarina. Genial! Mais ums vez PARABÉNS!

    ResponderEliminar
  3. Concordo, um magnífico texto! Beijinhos às duas

    ResponderEliminar