26 setembro 2015

Parecia voar

De xaile preto, grande, a cobrir a cabeça e o tronco, Josefa passava pelas ruas da aldeia num passo miudinho e rápido Parecia voar, em vez de andar. O seu rosto magro desaparecia na negrura da mantilha. Depressa a alcunharam de bruxa. Sim! Fazia feitiços, afiançavam uns; além de ser uma intriguista, asseguravam outros. O certo é que ninguém lhe ouvia fala sobre si ou sobre as outras pessoas, que confirmasse as intrigas das gentes da aldeia.

Rosa Maria Pocinho dos Santos Alves, 52 anos, Coimbra/Ovar

Desafio RS nº 28 – Josefa, intriguista e bruxa

Sem comentários:

Enviar um comentário