30 março 2014

Desconfiança

Quando ia a casa da avó Ana subia num banco e ficava muito sossegada junto á prateleira cheia de pó e esperava.
– Ela está a ouvir-nos – disse a travessa
– Não sejas desconfiada, é apenas uma criança – respondeu a terrina
– Tu não sabes que as pessoas puras de coração são as únicas que nos ouvem?
– Isso são balelas.
– Vais ver. Um dia vai por aí contando o que dizemos.
– Se pensas assim é melhores calares-te.
E assim fizeram. 

Carla Silva, 40 anos,  Barbacena, Elvas

Desafio nº 62 – dois objectos, numa prateleira cheia de pó, conversam

Sem comentários:

Enviar um comentário