10 março 2013

Mulheres


Isto foi cruel: os homens contentes, porém, postos “out”: por sexo forte: MULHERES! E tudo decorreu bem: muito bem! Foliões de sorriso tímido: putos!
Pobres dos crentes, que cometem suicídio – ninguém é de ninguém! Contudo, houve quem soubesse dizer: Sim! Mulheres de porte, doce e por vezes ocre, ou simplesmente cruel: um signo dos céus! Quem pode, pode! Mulher Poder, esfregou o seu ser em ti, em mim, em nós! Sonho: ó Mulher, sois vós, em mim!

Elvira, 46 anos, Braga

Sem comentários:

Enviar um comentário