23 fevereiro 2013

Mentira

Ai quem me dera uma feliz mentira
para que meus dias fossem felizes
Pudesse sorrir, ser feliz
Pudesse sorrir à vida, a mim mesma
E encontrar-me,
Encontrar-me
A mim e a ti
Que perdi
Mas encontro-te dentro e fora de mim
Quem me dera uma mentira
uma feliz mentira
Para que com essa feliz mentira 
O meu coração descanse enfim e te encontre
Mesmo sabendo que já te perdi
E quanto mais te perco mais te encontro


Ana Mestre, 36 anos, Portugal

Ai quem me dera uma feliz mentira – Florbela Espanca in Mensageira de violetas
E quanto mais te perco mais te encontro – Manuel Alegre in Obra Poética

5 comentários:

  1. Margarida,

    Estou extremamente contente por ter aqui chegado!!

    E ver o que escrevi aqui, é muito bom !

    Beijinhos

    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu é que agradeço! Já faz parte desta "família"!
      Um grande beijinho

      Eliminar
  2. Cristina Lameiras24/02/13, 00:15

    Também comecei a escrever há pouco tempo mas a Margarida faz-nos sentir especiais, como se fossemos da família.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Cristina,

      È verdade, fui muito bem recebida e adoro estar por aqui.

      Já escrevo á muito tempo , mas só hoje descobri este espaço e resolvi aceitar o desafio.

      Boa noite e bom domingo.

      Ana

      Eliminar
    2. Ainda bem que gostam de estar por aqui!
      Um grande beijinho

      Eliminar