12 outubro 2017

Margarida Freire - desafio 127

Na Torre, o astrónomo Julião esfregou os olhos… Coisa estrambólica
Um som estridente, seguido de estrondo, acordou o destravado do Cão, que desatou a ladrar compulsivamente.
Estrelita, a Gata do bairro, acordou estremunhada.
― Que estranho!...
― Mas que stress… já não se pode dormir descansado? ― perguntou o Galo. ― Afinal, que estroinice é esta?
―  Calma, Pessoal ― gritou Julião, estricando meticulosamente os dedos. ― O Equinócio perdeu as estribeiras e deu de frosques. Já não aguentava tanto calor. Abalou de Sputnik!
Margarida Freire, 75 anos, Moita (Setúbal)

Desafio nº 127 – stra, stre, stri e stro x 3

Sem comentários:

Enviar um comentário