28 maio 2017

Vera Saraiva ― desafio nº 113

O sino toca… toca sem parar.
É impossível não ouvir a perda.

Surgi, por entre a multidão cota.
Bati num cato, mas nem percebi.
Padre ruivo acompanha o corpo,
Virou à esquina e desceu lentamente.
Dezoito anos! A pedra está preparada.
Urgis urgentemente por uma explicação inexplicável!
Rugis com olhos rasos de água,
e a revolta por tenra idade
roubada e uma doença tão implacável…
A vida continua apesar dos pesares.
Chora, lamenta, revolta-te, mas avança!
Vera Saraiva, 37 anos, Redondo

Desafio nº 113 – anagramas em frases de 6 palavras

Sem comentários:

Enviar um comentário