25 maio 2017

Maria Silvéria dos Mártires ― desafio nº 103

Amar pelos dois
Nada mais havia a fazer, repetia incessantemente o Gustavo. Se fosse hoje, voltaria a repetir tudo da mesma maneira, nem penso se tivesse evitado a minha ida para apresentar o festival este poderia ter
sido diferente e nem teríamos conquistado o primeiro lugar. Acredito que a canção reunia todas as condições para ganhar e nasceu para ser vencedora, mesmo que não tivesse sido eu a apresentá-la. Agora restava acreditar que o nosso coração pode amar pelos dois.
Maria Silvéria dos Mártires, 71 anos, Lisboa
Desafio nº 103 – 3 frases impostas por ordem

Sem comentários:

Enviar um comentário