01 março 2017

Manuel – desafio nº 116

Zé Júlio, vivia ao fundo da Rua do Prior, merceeiro afamado, vendia os mais frescos legumes das redondezas. 
Quem queria vê-lo bem cedo, a fazer graçolas, nos dias de feira.  As pencas, os grelos, as nabiças, os agriões ou os espinafres, ninguém duvidava da qualidade. Um dia já o sol ia a pino e a loja por abrir. O que seria, o que não seria. Roubaram a mercadoria de madrugada, o Zé ficou desolado. Só queria morrer!
Manuel, 11 anos. Porto

Desafio nº 116 – Zé Júlio sem T nem H

Sem comentários:

Enviar um comentário