10 setembro 2016

Tudo se resolve

Esperavam com ansiedade os fins de semana
para se encontrarem na casa da avó.
Os 3 eram primos, mas davam-se como irmãos,
partilhavam segredos e brincadeiras entre si.
Naquela tarde, estavam eufóricos
saíram as notas do primeiro trimestre.
A Margarida estava feliz, teve um 13 a matemática,
o Diogo, com orgulho dos seus 17,
zombava do Miguel, que só recebeu 5.
A avó que veio em socorro dele, disse:
– Até ao fim do ano, tudo se resolve.
Natalina Marques, 57 anos, Palmela

Desafio RS nº 41 – números primos e… primos

Sem comentários:

Enviar um comentário