16 setembro 2016

Aquilo que foi...

Quer fossem 2 dias, 7 meses ou 17 anos, o amor, a essência dele, ficou.
Guardou-se entre cartas e achados materiais, declarações e pequenos mimos, delicadezas, pedaços de delicadezas.
Mas se acha guardado mesmo no coração, na mente, nas mais doces e alegres lembranças, por tempo que será a eternidade...
Amor e amizade, desejo e companheirismo, querer e afetividade, riso e olhar, aromas e toques, primos-irmãos da despedida, da saudade, dor e da certeza do nunca voltar...
Roseane Ferreira, Estado do Amapá, Macapá, Extremo Norte do Brasil

Desafio RS nº 41 – números primos e… primos

Sem comentários:

Enviar um comentário