29 setembro 2016

Alcançar o futuro

Durante aquele longínquo verão sonhava, assolada por sentimentos contraditórios, curiosidade, ansiedade e expetativa.
E o primeiro dia de escola chegou. Vestiram-me um vestido branco, feito a propósito para a ocasião, uma fita cor-de-rosa adornava o cabelo e, na cara, um sorriso tímido.
Na cabeça, sonhos, na pasta, o escasso material próprio da época, o suficiente para alcançar o futuro.
Uma sala cheia de meninas, uma professora de bata branca. Meninos à parte.
Não mais deixei a escola.
Joana Marmelo, 50 anos, Cáceres, Espanha

Desafio Escritiva nº 12 – a escola…

Sem comentários:

Enviar um comentário