12 setembro 2015

Deixa-me entrar

– Diz-me: que tens? Porque não sorris? Porque não falas? Estás tão triste! Que fardo carregas? Desabafa comigo, agora!
(brotam silêncios ameaça(dores))
– Engoles tanta amargura! Choras, qual Madalena. Despede esses sentimentos. Quero tanto ajudar-te. Permite-mo, por favor! Abre o coração. Liberta a mente. Quero estar contigo. Quero poder amar-te. Despreza quem traiu. Esquece-o, apaga-o, ignora-o. Mata as recordações. Passado é passado. Não o ressuscites.
(ouvem-se silêncios promissores)
– Olha em frente. Repara em mim. O presente existe. Deixa-me entrar!

Ana Paula Oliveira, 55 anos, S. João da Madeira

Desafio RS nº 29 – sempre frases de 3 palavras apenas

Sem comentários:

Enviar um comentário