19 setembro 2015

Aquele grave tique

Tinha um grave tique na fala. Era incapaz de falar palavras que apresentavam determinada letra. Qual? Difícil dizer. Apenas à Margarida FS está dada licença para explanar a tese. Mas até ficava bem engraçada. Maria falava a saltitar. Sempre que a dita letra surgia a língua pulava. Mais parecia aquele vinil da Amália que amputava as frases à diva que trauteava a sina da Casa da Mariquinhas. Era a única particularidade da Maria que a fazia inesquecível.

Amélia Meireles, 62 anos, Ponta Delgada

Desafio nº 76 – escrever sem a letra O

Sem comentários:

Enviar um comentário