20 março 2015

Para não cair a tradição

Chico modificava a vida árdua com trabalho.
Oficiava nas madrugadas, ganhando alcunha famosa: o trabalhador.
O garoto Chico não imaginava as mudanças vindouras.
Passou numa rua vazia para não cair a tradição.
Coisa doida: caminhar, divagar, andar por magias oriundas da caixa acima dos ombros. 
Poucas cucas, muito poucas, intimidavam a procissão.
Não adiantou, a sacola foi surripiada, roubada; não com dó. 
Sacola crua para o gatuno, mas valiosa para a formação cultural do rapaz, maluquinho ardina.

Renata Diniz, 39 anos - Itaúna/Brasil

Desafio nº 86 – Chico ardina sem E

2 comentários:

  1. Oba! Acabei de receber a sua confirmação por e-mail! Que bom que dessa vez deu certinho, de primeira! Beijo! Obrigada! Renata

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi mesmo! À primeira e a primeira de todas, muito bom!!! Beijinhos grandes

      Eliminar