03 março 2015

Just free

Sem quando onde ou por que, ficaria livre, só, sem amarras...

O tempo sanaria toda dor, e era certo, fizera a melhor opção. Às vezes é preciso dar um passo difícil, para se sair do atoleiro. Amar também é isso. Deixar-se abandonar. Fechar a porta, para voltar a abri-la com mais energia depois. Partir é crescimento.
Sufocar ou sentir-se sufocado é caminho inverso ao amor.
Reaprenderia o prazer de se saber respeitada, amar-se-ia mais. Mais e delicadamente. Sem quando onde ou por que, ficaria livre, só, sem amarras...

Roseane Ferreira, Estado do Amapá, Macapá, Extremo Norte do Brasil.

Desafio nº 42 – frase com 5A, 5E, 5O, 3I e 3U, que dá o mote

Sem comentários:

Enviar um comentário