08 março 2015

Inauguração

Benvindo Oliveira, recém-eleito autarca da freguesia, tremia, suava. Aproximava-se o  primeiro discurso oficial.
Finalmente, a inauguração da escola. Queria fazer boa figura. Não tinha dom de palavra mas confiava nos ensaios. Ao lado, a mulher, que o instruíra e treinara.
Timidamente, gaguejante, começou:
 Bem-vindo, senhor Ministro. Bem-vindos, caros munícipes. Inauguro hoje esta escola onde haverá muito saber, muito ensino, muito…
Maldita memória. E agora?
 Salvou a mulher: “Diz curso!”
– Muito discurso! – disse ele no final, mente aliviada.

Palmira Martins, 59 anos, Vila Nova de Gaia

Desafio nº 85 – expressões homófonas

Sem comentários:

Enviar um comentário