08 março 2015

Dia da mulher

Solange ri. É dia da mulher e os presentes amontoam-se. Só lingerie!
Hoje o dia parece diferente. Andam ali às voltas sempre. Atrás dela como querendo dar cumprimento ao calendário, mimos, atenção e flores.
Nos restantes dias do ano cá em casa ninguém repara nela. Apenas exigem os seus agrados, a roupa nas gavetas, as refeições a horas, os horários cumpridos. Por vezes pensa desistir, desaparecer para provocar. Medita nisto tudo e conclui desmotivada:
Aliás voltas sempre!

Alda Gonçalves, 48 anos, Porto
Desafio nº 85 – expressões homófonas

Sem comentários:

Enviar um comentário