30 dezembro 2014

Palratório chato

Não há quem não afirme que Julinho Pitorra está mais para político, que para cómico. É que as graças arrancam apenas bocejos. Palratório chato! Os risos, esses ficam longe. Palco que Julinho pise é monotonia na certa. Mas insiste e, agora que o ano termina, ali está ele com a cara e a coragem, mas sem graça.
Sobe no palco, afina o tom e inicia o obsoleto repertório. Ninguém escuta.
Começa o ano sozinho, numa sala cheia.

Quita Miguel, 55 anos, Cascais

Desafio nº 81 – Julinho Pitorra, humorista sem graça

Sem comentários:

Enviar um comentário