21 dezembro 2014

O maestro que cura

Zeloso. Aquecia a voz cavernosa no ensaio. Seria fabuloso o concerto de Natal. A antífona entoada, tal como o saudoso maestro a concebera. Já idoso ainda se dedicava de forma garbosa e generosa à criação artística. Cioso da sua arte será lembrado como um educador de homens. Bondoso no acolhimento, corajoso na entrega diária ao sanatório procurava a cura para os leprosos. Uma vida de entrega dolorosa por vezes, frutuosa quase sempre, ditosa na voz que perdura.

Alda Gonçalves, 47anos, Porto
Desafio RS nº 20 – 14 palavras acabadas em -oso, -osa


Sem comentários:

Enviar um comentário