11 dezembro 2014

Ir à praia

Nada mais fácil do que acordar todas as manhãs e dizer «bom dia» à minha mãe, ao meu pai e à minha irmã, comer o pequeno-almoço em família, ir passear à praia, estender a toalha na areia, meter o protetor e expor-se ao sol. Umas horas depois, ir nadar para o mar até a corrente me levar e logo que me avistem, com medo que me aconteça algo de trágico, vão chamar o nadador-salvador, nada mais difícil.

João Pedro Carreira, 11 anos, 6ºE, EB de Santa Catarina da Serra, prof. Elisabete Marques
Desafio RS nº 19 – começando em Nada mais fácil e terminando em Nada mais difícil



Sem comentários:

Enviar um comentário