10 dezembro 2014

Falando de cambalhotas

Nada mais fácil do que dar uma cambalhota: só é preciso termos alguma coragem e não pensarmos no que vai acontecer.
Tudo começou o ano passado, quando começamos a ter Educação Física, eu tinha medo de fazer a cambalhota porque pensava que não iria conseguir. Eu tentava mas não conseguia até que um dia consegui fazer e até me pareceu fácil e a partir daí consegui fazer cambalhotas, por isso, não conseguir fazer cambalhotas, nada mais difícil.

Francisco Casalinho, 11 anos, 6ºE, EB de Santa Catarina da Serra, prof. Elisabete Marques

Desafio RS nº 19 – começando em Nada mais fácil e terminando em Nada mais difícil

Sem comentários:

Enviar um comentário