22 novembro 2014

Tudo acaba assim

Foi num dia frio de Inverno. A neve  alva,  iluminada na lua que fazia reflexo,  envolvia numa realidade genuína, um mundo imaginário de rara beleza. 
A família longe da aldeia,  à lareira,  lembrava a velha lenda:
"Aquela  velhinha que andava  à lenha no vazio do nada que era a vida. 
Além da neve, ela, o marido... E um grande amor. 
A velhinha gelou ouvindo o badalar dum relógio, a balada da neve "...
Foi num dia frio de Inverno.

Rosélia Palminha, 66 anos, Pinhal Novo 
Desafio nº 78 – escrever sem C P S T

Sem comentários:

Enviar um comentário