28 novembro 2014

Sou um bule rachado, sou...

Sou um bule com flores cor-de-rosa, tenho um bico longo, fui uma peça elegante, pertença da minha avó. Ninguém me queria por ser velho, o bico estava partido e as chávenas também já não existiam. Não ligava com coisa alguma da casa e fui arrumado a um canto. Isto faz-me lembrar os idosos sozinhos, que também não têm lugar e são arrumados a um canto  sem qualquer utilidade. Ninguém aproveita a sua sabedoria valiosa e muito útil.

Eglantina, 72 anos, Estremoz

Desafio nº 4 – começando a frase “Sou um bule rachado, sou”

Sem comentários:

Enviar um comentário