23 novembro 2014

O nosso encontro

Sexta-feira, dia sombrio de outono, temperatura amena na planície alentejana. Estremoz, é para lá que me dirijo. Olho o relógio, tenho pressa.
Chegarei a tempo? Cheguei!
Tempo para umas breves palavras, para um caloroso abraço, para passar do virtual ao contacto direto, real. Teremos dito 77 palavras? Não as contámos. Não importa. Aconteceu!
De Zero a Dez! Quase a vinte, Margarida. A história de Leonor é a história de tanta gente. Também é um pouco minha. Obrigada!


Joana Marmelo, 50 anos, Cáceres, Espanha

Sem comentários:

Enviar um comentário