21 novembro 2014

O meu menino!

Queria falar daquele dia em que o vi.
Era um menino, afaguei e beijei aquele filho, que na minha barriga vingou.
A alegria era enorme, maior do que alguma vez imaginei.
Quero velar e vigiar aquele menino.
Quero legar nele o melhor que no mundo há.
De menino a homem irá mudar e nada me fará deixar algum dia de o amar.
O meu amor é grande e quero gritar, que não há nenhum igual ao meu.

Sissi, 39 anos, Vila Real

Desafio nº 78 – escrever sem C P S T

Sem comentários:

Enviar um comentário