24 novembro 2014

O início

Depois do fim. Riste. Perdido em qualquer pedaço. Labirinto. Dor. Um quarto fechado pelo corpo. Memória. As palavras incendeiam-te a boca. Multidão. Gente. Nada. Ouviste o silêncio como uma ave. O Muro. Procuraste. Não havia segredo que te traísse. A árvore. A força que cresce. Água. Tudo o que tiveste. Sal. Terra. As tuas mãos abrem-se. Dádiva. Ergue-te. Partida. Uma rua de um sentido. O coração bate-te na cara. O olhar. Luz. Como caminhando. Sonâmbulo. O início. 

Constantino Mendes Alves, 56 anos, Leiria
Desafio nº 64 – texto começando por “Depois do fim…”

Sem comentários:

Enviar um comentário