16 novembro 2014

Escrevia, escrevia...

Escrever era gostar, assim tão gratificante, expandindo gostos, externando gestos, imprimindo afetos, gestando poemas, grafando sentimentos genuínos, trilhando sonhos.
Era como grafitar ideias, rabiscar grandes vazios, galgando o mundo.
Galopar quando triste, ganhando um pouco de gás. Quanto traduzir gerindo esse gigante ofício.
Gerar histórias, que giram, percorrendo generosos rumos. Guardiã das letras, generosamente, escolheu ser, granjear alegria, gratificante alegria.
Escrever era gentileza, repartir, não guardar, partilhar palavras.
Guardadas as proporções, escrever era germinar, frutificar...
Então escrevia...

Roseane Ferreira, Macapá, Estado de Amapá, Brasil

Desafio nº 57 – palavras começadas por G em todo o texto, estando entre cada palavra com G, poderá haver até três palavras livres

Sem comentários:

Enviar um comentário