20 outubro 2014

Viagem adiada

Amanhã vai valer a pena viver: Amanhã amar-me-ei. Amanhã amar-te-ei. Amanhã velarei por mim. Amanhã verei a Beleza. Amanhã hei-de de ser uma alma a crescer. Amanhã hei-de cantar até me cansar. Amanhã darei graças pela luz. Amanhã matarei a preguiça. Amanhã cultivarei a verdadeira verdade. Amanhã abraçarei cada ser. Amanhã criarei um jardim na alma. Amanhã aprenderei a ser mais eu. Amanhã hei-de fazer feliz alguém. Amanhã vestir-me-ei de Paz. Amanhã farei um brinde à VIDA!

Fernanda Ruaz, 66 anos, Lisboa

Desafio nº 76 – escrever sem a letra O

2 comentários: