24 outubro 2014

Beijos interditos - I

Um homem, uma mulher encontram-se, várias vezes, sabendo ele do risco; ela não.
Após diálogos de horas, depois percebeu.
Explicou, insistentemente a inocência do comportamento sabendo(?), provavelmente, seria incompreendida. Manteve esperança.
Mal entendidos sucederam-se. Depois esclarecia-os insistentemente. Por fim, entendeu-os resolvidos.
Sentindo, sabendo que assim era, reuniram-se sempre que possível: construção de uma relação de amizade.
No último contacto, despedindo-se, beijou-a; beijaram-se. Depois, em silêncio, ela desapareceu incrédula.
Ambos, sabendo do interdito, como… Ela entrou em sofrimento, ele?...

Isabel Pinto, 47 anos, Setúbal

Desafio nº 73 – frases com sabendo e depois

Sem comentários:

Enviar um comentário