20 julho 2014

Poeta

Como poderia ter-se esquecido, se era nas palavras reconstruídas que escondia as saudades. Experimentando agora as memórias de uma infância livre, quando lá fora significava rua e, nela, as brincadeiras de criança. No tempo em que pela vereda apanhava lagartixas e sozinho subia às árvores. Restavam apenas as memórias de tudo o que viveu e de tudo quanto deambulou no seu mundo. O registo de como voar sem asas, esse ia sendo feito em palavras. Escrevia poemas.

Alda Gonçalves, 47 anos, Porto
Desafio nº 70 – frase de palavras obrigatórias

Sem comentários:

Enviar um comentário