31 julho 2014

As saudades

As saudades
São só tuas!
E perdida me enfeitiço
Na loucura desse adeus silencioso
Que em mim insiste em viver.
Já nada consigo escrever, porque sem ti
Nada sou, e quando contigo estou desconheço-me, reconstruo-me.
É fácil, talvez demasiado simples: ficas comigo ou morro!
Palavras incertas, precárias de um coração sem esperança e convicto.
E perdida continuo nas saudades desta loucura desmedida de quem vive
No amor e com ele, com amor e sem ti, reflito dolorosamente!

Ana Sofia Cruz, 16 anos, Porto
Desafio nº 71 – frases de 2 a 12 palavras

Sem comentários:

Enviar um comentário