13 março 2014

Queria falar de ti

Sempre que escrevo, risco, risco tudo, quero escrever, volto a riscar.
Sempre que quero falar de ti não consigo e tento escrever.
Sempre que quero dizer falta que tenho de ti, não consigo.
Sempre que penso que vou conseguir, nada me sai, novamente risco.
Sempre que quero descrever o teu cheiro, tua alegria, não consigo.
Quero que estejas aqui sempre comigo e estás, mas já partiste.
Está tudo aqui dentro, mas sempre que escrevo risco.  Tua Mãe.

Isabel Branco, 53 anos, Charneca de Caparica
Desafio RS nº 11 – 7 frases de 11 palavras, sempre com uma palavra repetida

Sem comentários:

Enviar um comentário