12 março 2014

Louvando

Quando solta, eclode a sábia Primavera, o mundo exalta e resplandece;
Quando um cerúleo e lesto ribeiro nasce, a sua foz agradece;
Quando infrene, o vento dos ciclones anuncia a sua sagaz postura;
Quando todas as aves rabiscam os céus com a sua assinatura;
Quando livres, nos mares, cardumes de fartos peixes habitam nas profundezas;
Quando as flores, de faustas cores, de jardins imaginados, coroam realezas,
É quando se cantam hosanas, hinos, loas, às múltiplas, delirantes belezas!

Elisabeth Oliveira Janeiro, 69 anos, Lisboa

Desafio RS nº 11 – 7 frases de 11 palavras, sempre com uma palavra repetida

Sem comentários:

Enviar um comentário