24 fevereiro 2014

Originalidade

Aquele domingo primaveril convidava a passear. Veio-lhe à memória a seara de papoilas brancas que vira antes, decidiu voltar.
Perdido no labirinto dos pensamentos, Miguel interrogava aquela existência como se procurasse a solução do seu caso naquelas papoilas. Às vermelhas nem ligava mas brancas… Que raio! Mal sabia que o apelido iria ficar preso no arame farpado daquela seara devido a um impulso feliz. Joana recebeu a papoila branca com agrado naquele aniversário. Afinal a originalidade vale.

Teresa A., Azeitão, 46 anos
Desafio nº 60 – apelido preso no arame farpado (frase obrigatória)

Sem comentários:

Enviar um comentário