13 fevereiro 2014

Histórias

Histórias, de beleza e emoção
Por quem as soube escrever
E de tantas vezes, são
Histórias que assim quis viver
Hoje, dessas histórias ficaram
A beleza de tantas vezes
Histórias onde ambos tentaram
Viver a vida sem revezes
Assim não quiseram as histórias
Apesar das noites passadas
Guardam-se boas memórias
No coração, para não serem levadas
Amanhã, ao viver, ao recordar
Quem sabe como vai ser
Talvez as histórias se vão contar
Ou outras estejam por viver


Ana Cristina Costa, 50 anos, Saint-Germain-en-Laye

Sem comentários:

Enviar um comentário