28 dezembro 2013

Nem gumes nem guerras

Gosto de geleia com muitos gomos de goiabada. Sou gulosa, mas esta gula só será grave se doença gerar.
Entretanto, dá-me gozo poder gritar com toda garra... Porque vida gira é como guitarra que tem gargalhadas de alegria.
Gravita o mundo grandioso, o universo ganha-nos, como um golpe de pura genialidadeGraças a esse gesto, ficou gravada toda a geração.
Não há gumes nem há guerras impedindo a gravitante humanidade de ganhar forçaser grande e generosa.

Regina Graça, 49 anos, Coimbra

Desafio nº 57 – palavras começadas por G em todo o texto, estando entre cada palavra com G, poderá haver até três palavras livres

Sem comentários:

Enviar um comentário