21 outubro 2013

Vencer

«Tem íman na palma da mão! Ele dribla. Vai. Desmarca-se. Salta e… Ao laaado! Perdem para a equipa da casa.»
«Desisto para sempre.» O peso pesado da alegria adversária e as duras palmadinhas nas costas acrescentam-me caminho ao balneário. O chuveiro não lava a alma e já só silêncio entra no carro. «A derrota faz o campeão, filho, levanta-te.», disseste-me. A comida não passa, a noite não dorme. As palavras adormecidas ecoam-me hoje: obrigada, minha mãe: venci.

Cátia Penalva, 33 anos, Viana do Castelo.

Desafio nº 53 – uma imagem, bola de basquetebol (literal ou metafórica)

Sem comentários:

Enviar um comentário