17 outubro 2013

Um rol

Um rol de palavras sem fim à solta na minha agenda repleta de rabiscos, tinha escondido bem lá num dos recantos, o teu cúpido. No embebedar desta desdita de azuis em tons de mar… Algo em mim tinha de escorrer para, sem muito pensar, poder assumir esse amor revolto nas ondas misturado de amarelos onde surgiram verdes em tons esperança.
E… neste rol agendei mais um cúpido!
Embebedei-me de sonhos…
Escorreguei intencionalmente em assumir mais uma desdita!

Lucrécia Alves, 53 anos, Agualva

Desafio Rádio Sim nº 6 – palavras tiradas à sorte do dicionário

Sem comentários:

Enviar um comentário