21 outubro 2013

Leitura gelada

Estava frio, muito frio. Resignando-se, vestiu a capa e saiu. O vento era cortante. Aconchegou a roupa ao corpo, lembrando o ditado: quem tem capa sempre escapa. Com este pensamento lá foi para a loja, tinha de pôr os livros no escaparate.
Talvez alguém se atrevesse a sair com este frio. “A  FLUORESCENTE", um título estranho! Chamou-lhe a atenção. Sentou-se, leu o prefácio, a primeira página, a segunda... fez-se noite e o vento soprava lá fora.

Carla Silva, 40 anos, Barbacena, Elvas

Desafio nº 27 – palavras que crescem (em anagrama)

Sem comentários:

Enviar um comentário