20 outubro 2013

Burburinho na estante

DICI – Tacarduma!... Jacatirão!...
BÊDÊ – Ensandeceu!
HISTO – Anda assim há muito…
PSICO – Desejos reprimidos…
DICI – Planorbe!... Turbinifloro!...
BIBLI – Credo!                    
BÊDÊ – Vou consultar o Panoramix.
DICI – Panho!... Pedicélula!...
PSICO – Dici apaixonou-se por muitas palavras mas elas só viam os seus significados. Vou consultar o Freud.
HISTO – Na Alexandria já havia listas alfabéticas!              
POESI – “As palavras são por vezes um clarão no dia calcinado”, Ramos Rosa.    
GASTRO – Queres biscoitos?
No tapete, grande madorra, Udi sonhava alheio ao burburinho na estante.

Fernanda Gomes, 45 anos, Lisboa
Desafio Rádio Sim nº 6 – palavras tiradas à sorte do dicionário

E não é que a explicação deste texto tem 77 palavras? Ora leiam:
O dicionário do IGL parece muito antigo, quase gregoriano. Tive então a ideia do velho, enlouquecido!, dicionário (um pouco como me sentia!) com companheiros de biblioteca ajudando. Tinha mais personagens; não couberam. A intervenção de Histor tinha explicação, falando da biblioteca de Alexandria: o problema da organização (alfabética) que trata as palavras estritamente como sequências de caracteres; focagem abstrata na configuração da palavra. Isto seria também uma explicação para a insanidade do Dici... Não coube...!

Belo desafio!

Sem comentários:

Enviar um comentário