31 outubro 2013

A terrível notícia

Naquela noite saíra de casa com o peso da terrível notícia, da palavra que não pudera mais ser calada. Um mar de emoções invadira-o, deixando-lhe o coração deserto. O susto retirara-lhe qualquer ousadia, e fora a imoderação que o fizera partir sem destino, ignorando qualquer regra.
Queria ter amansado a curiosidade que desmascarara a verdade revelada em confidência.
Queria ter abandonado o quarto, antes que a mãe lhe tivesse sussurrado, tristemente:
– Ele não é o teu pai.

Quita Miguel, 53 anos, Cascais

Desafio nº 54 – pares de palavras com sentido contrário

Sem comentários:

Enviar um comentário