22 maio 2013

O menino e o lago


Era uma vez uma gotinha de água transparente que rodopiava com muitas amigas até ficarem azuis de alegria. O menino ria das cócegas que lhes faziam nos pés nus.
Mas o barulho das máquinas inundou o lago. O menino gritou: – O lago estava a ficar verde! Ninguém ouviu.
As gotinhas ficaram esverdeadas e pesadas, já não brincavam, e o pai proibiu-o de nadar no lago.
Uma gota escorregou pela face do menino: tinha perdido milhões de amigas.

Maria José Castro, 53 anos, Azeitão

Sem comentários:

Enviar um comentário