01 maio 2013

Amores


Era um amor proibido, daqueles que são contra a natureza, que todos apontam.
Desde o primeiro dia, em que os seus olhares se cruzaram, eles sentiram que gostavam um do outro.
Sempre que a porta de um se abria, o outro espreitava só para ver se o via.
QUAndO sE crUzAvAm, Os sEUs cOrpOImItIAm EcOs dE prAzEr.
Um dia, libertaram-se e entregaram-se um ao outro.
Era bonito ver os dois, cão e gato, tão amigos.

Bau Pires, 50 anos, Porto

2 comentários: