12 maio 2013

Abraço


Hoje era só o teu abraço que me reconfortava. Um abraço demorado e sentido.
Como me reconfortam os teus braços. Fechar os olhos sentir que estás ali, e desejar que aquele momento dure para sempre. E porque antes mesmo de me abraçares sei que por mais demorado que seja o teu abraço vai sempre saber-me a pouco. E é por desejar tanto esse abraço que sei, que no dia em que me abraçares, não conseguirei desfrutar dele.

Ana, 33 anos, Lisboa

Sem comentários:

Enviar um comentário