12 março 2013

É imprescindível dormir


É imprescindível dormir. O sonho dói. Sem sono, e de olhos postos no tecto do escritório, questiono-me… Que sentimento inconsequente é este? Estremeço de desejo. Pergunto-me se é possível existirem momentos destes, momentos de sentimentos concretos de episódios futuros… O meu corpo pede o teu, reconhece o teu cheiro, o teu toque, o teu beijo. Sinto-te comigo, tenho-te presente, e em tempo nenhum te tive. E quero. Quero mesmo. Quero muito. Fecho os olhos e deito-me contigo.

Teresa Ferreira

2 comentários:

  1. obrigada Margarida,um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fiquei mesmo aborrecido por não ter ficado ontem, desculpe. Um grande beijinho!

      Eliminar