18 setembro 2012

Lábia

Queria provar a cor daqueles olhos, perder-se neles e lá ficar.
Custava-lhe, contudo, tomar a iniciativa.
Nunca lho tinham ensinado, nem em casa, nem na escola.
O pai levara-o ao bordel e ao estádio, a mãe ao médico e à lavandaria, o irmão à biblioteca.
De lábia, porém, só conhecia a dos poetas.
Mesmo assim, arriscou.
Chegou-se a ela e disse,
Queria provar a cor desses olhos, perder-me neles e aí ficar.
Ela sorriu e deixou-o entrar.

Rita Bertrand, Lisboa, 40 anos

Sem comentários:

Enviar um comentário